Postagens

XVII Encontro de Astronomia do Nordeste

Imagem
O Encontro de Astronomia do Nordeste (EANE) chegou à sua 17° edição no ano de 2017 e contou com palestras e oficinas inéditas, além de apresentações orais executadas por especialistas dos mais diversos assuntos. Ao longo dos três dias tivemos apresentações a cerca das descobertas de meteoritos em território nacional, chuvas de meteoro resgistrada por brasileiros, astrofotografias, astrobiologia, entre outras.      O EANE teve início na última quinta-feira(15), com a excelente palestra da professora Dr. Zucolotto  representante do Museu Nacional (UFRJ) cujo tema foi "Em busca dos meteoritos brasileiros" sua apresentação foi recheada com experiências próprias, fatos históricos e até amostras de diferentes tipos de meteoritos.
    A sexta feira teve início com a palestra do professor  Me. Isnaldo Barbosa do Instituto Federal de Alagoas onde foram discutidas propostas e revistos fatos a respeito da educação de astronomia na educação básica. Em seu discurso o professor f…

OBA!

Imagem
Anualmente a Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) em parceiria com a Agência Espacial Brasileira e o MEC, vêm realizando a Olimpíada Brasileira de Astrônomia, que no ano de 2017 chega à sua 20ª edição. O concurso é composto por quatro níveis, sendo três destinados ao ensino fundamental, e um voltado para o ensino médio.
Desta participam escolas públicas, privadas e colegios militares do país inteiro, e a prova será aplicada no dia 19 de maio de 2017, além disto contará com 10 questões, sendo sete sobre astrônomia e três a respeito de astronáutica.
A comunidade astronômica vêm sempre lutando para realizar projetos como esse no país e premiar (dentro do possível) os alunos que se descatarem .
Os jovens com pontuação superior a 7 são convidados a participar de outras três avaliações, e podem representar o Brasil em competições internacionais, como a Olimpiada Internacional de Astrônomia e a versão Latino-americana da mesma.
A OBA têm um potêncial transformador imensurável na vida …

Campanha para que Plutão volte a ser um planeta.

Imagem
Plutão é o nono "planeta" do nosso sistema solar e possui uma massa correspondente à   um quinto da massa da Lua e um terço de seu volume. Ele é composto por rocha e gelo e foi descoberto por Clyde Tombaugh em 1930, de lá pra cá teve sua denominação de planeta questionada por diversas vezes.

Foi no ano de 2006 que a União Astronômica Internacional (UAI) remodelou a classificação de planeta.Essas alterações levaram ao rebaixamento de Plutão, isto porquê ele habita uma região cheia de vários detritos espaciais conhecida como Cinturão de Kuiper.

Desde então, passou a ser conhecido como Planeta anão, junto com ele Ceres e Éris também foram desqualificados após a mudança. Embora sejam classificados como planetas anões estes planetas possuem características impressionantes, Plutão por exemplo conta com 5 luas em sua orbita, vales, vulcões e uma riqueza geologica impressionante.Já em Ceres, no ano de 2015, foram encontrados vestígios de matéria orgânica em sua superfície abrindo es…

Lei de Stefan-Boltzman

Sabemos que quanto mais quente um objeto ele brilhará com mais intensidade e a cor da luz que emite muda do vermelho para o branco. O "objeto quente" é conhecido como corpo negro, isto porque o objeto não favorece nenhum comprimento de onda específico.
A lei de Stefan-Boltzman nós diz que a energia radiante total que emite um corpo negro por unidade de superfície (W) é proporcional à quarta potência da temperatura absoluta (T). Essa lei é expressa pela fórmula matemática:
    Potência emitida (watts)/ área de superfície (m²)  =constante x T^4                 ou                W= δ x T^4
δ = constante de Stefan-Boltzman= 5,6697x 10^-8 W/m²K^4

Anos adiante, em 1893 Wihelm Wien examinou a mudança da cor da radiação do do corpo negro com o aumento da temperatura o comprimento da onda ao máximo em intensidade e percebeu que o comprimento máximo é inversamente proporcional à temperatura ou seja λmax= 1/T e consequentemente λmax x T é constante. Este resultado quantitavivo atualment…

AstroFilmes: Star Wars

Imagem
Se você é o tipo de pessoa que ainda não assistiu (viveu(chorou(amou))) Star Wars eu lhe pergunto: Qual o motivo da sua existência? Além de ser uma das sagas mais contempladas é sem dúvida a ficção ciéntifica mais assistida nesse sistema estelar. Poranto, quando você tiver um tempo (recomendo que faça isso agora mesmo) e assista à essa linda criação da humanidade. Embora o próprio diretor principal da saga George Lucas  trate Star Wars mais como fantasía que ficção cientifica, nós demos uma investigada a fundo e descobrimos algumas deduções que os autores fizeram desde 1977. O caso do planeta Tatooine (planeta natal de Luck) ter dois sóis por exemplo era algo desconhecido naquela época e hoje sabe-se que maior parte dos planetas possuem de fato dois sóis.(Já falamos sobre isso em outro post- Sistemas binários)
Outro fato curioso é que há luas habitavéis no universo Star Wars, outro palpite que atualmente tem sustentação científica. A lua Endor, planeta natal dos Ewoks não só é uma lua…

Exoplanetas

Imagem
Um dos assuntos mais comentados nas últimas semanas foi a divulgação da NASA na descoberta de mais de 7 exoplanetas, alguns deles provavelmente rochosos, o que deixou astrônomos e cientistas bastante entusiasmados com as possibilidades que essas descobertas geram para o meio científico. Isso revela que os planetas rochosos não são raros como se pensava. Mas, vamos com calma. Antes de mais nada é importante entendermos o significado de exoplaneta. De uma forma enxuta: é um planeta que orbita outra estrela fora do nosso Sistema Solar. Geralmente estes planetas são encontrados graças ao efeito Doppler, o mesmo efeito que nos permite ouvir o som de um carro se aproximando e se afastando, por exemplo. Porém, mesmo com os avanços tecnológicos o trabalho de encontrar planetas que orbitam outras estrelas, até os dias de hoje, é bastante árduo. A descoberta do Sistema de Trappist-1, uma anã vermelha relativamente fria se comparada ao Sol, chama ainda mais atenção por ser a estrela hospedeira de …

StarMovies

Imagem
Tenho uma grande paixão por cinema gosto de pesquisar títulos, ler curiosidades, conhecer diretos, atores, avaliações... como astronomia é uma ciência tão linda muitas obras já foram abordaram temas a seu respeito. Por isso, decidi dedicar um pedacinho desse blogger para falar a respeito. Bom, a idéia é sempre trazer recomendações de filmes que envolvão astronomia e que sirvam de base para estimular a propagação da ciência. Faço isso porque desde muito cedo sempre gostei de ficção ciéntifica, e foi daí que surgiu meu interesse por estudar (e posteriormente apaixonar) por astronomia.
Para inaugurar esse novo pedacinho do blog não trarei nenhum filme específico, mas um gênero cinéfilo pouco conhecido. O Space Opera ou "opera espacial", esse nome foi dado para marginalizar o sub-gênero, pouco valorizado desde aquela época. Esse sub-gênero foi idealizado em 1941 por Wilson Turcker, autor e fã do gênero, e abrange algumas das obras espaciais mais famosas como: Star Trek, Battlest…